IGDA Recife

Conectar e Desenvolver

Criando um Documento de Design

Posted by Alvaro Cavalcanti em quarta-feira, 17 dezembro 2008

[Post inter-blogs: Como Criar um Documento de Design]

Terminei de ler um artigo esclarecedor, e por isso mesmo muito útil, escrito por Brenda Brathwaite epublicado no seu blog. O assunto em questão é a elaboração do documento de design de um jogo.

Como ele deve ser feito? Que sessões deve ter? Quais as minhas preocupações, como designer, quanto ao tipo de informação colocar? Tudo isso respondido de forma clara e rápida. Do jeito que as coisas deveriam ser. :-)

Aproveito aqui para comentar sobre alguns trechos.

Você deve lembrar-se, inclusive, que o seu público é bastante único – é formado por pessoas da indústria de jogos. Normalmente nós não gostamos de linguagem de marketing ou uma prosa supérfula que só serve para enrolar. Escreva numa linguagem usual, do dia-a-dia, assim como eu escrevi isto aqui.

Mais uma faceta da velha máxima: Um designer não faz um jogo para si próprio, e sim para os outros. Neste caso o documento de design não é para você. Lembre-se disso!

A lista de funcionalidades acima é menor que a original, mas contém todas as idéias iniciais que foram apresentadas. Esta lista será a base do documento de design. É fundamental entender a direção geral do jogo antes de documentar como criá-lo. Apesar disso parecer completamente óbvio, você pode se surpreender com a quantidade de pessoas que começam a documentar sem ter uma idéia clara de onde eles estão indo.

Ou seja, nada de agonia. Esta idéia também já é bastante divulgada no meio: só se meta a escrever algo depois que você tiver algo para escrever. Palavars soltas e sem sentido só servem para poesia moderna.

Ao receber, e bem, as críticas você se tornará um designer melhor, e o seu jogo provavelmente se fortalecerá com isso.

Substitua jogo por vida e esse conselho se torna mais verdadeiro.

Ao final do texto ela faz uma observação valiosíssima, que instiga o leitor a ser crítico. E procurar se informar com várias fontes, afinal, nenhuma verdade é absoluta.

Aviso: Tudo que eu disse aqui pode ser uma mentira, dependendo a quem você perguntar. Às vezes existem múltiplas maneiras de se fazer algo corretamente na indústria de jogos.

A última frase é um aviso do que vem em seguida, e eu aposto que isso quer dizer algo como Fora com os HUDs!

A seguir… Todos os Menus Devem Morrer

Uma resposta to “Criando um Documento de Design”

  1. Erick Goes said

    Ótimo artigo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: